terça-feira, 20 de abril de 2021

Walk Around inicial

 Prezados,

Hoje segue o walk around da Veraneio Azul.

Estas foram as primeiras fotos que eu fiz, já em casa, depois de recebê-la da transportadora.

São fotos de duas seções diferentes, hoje a Veraneio Azul já está com uma aparência bem melhor.
















segunda-feira, 19 de abril de 2021

Troca do escapamento

Estado do escapamento da Veraneio Azul

Prezados

Desde que a Veraneio Azul chegou uma coisa que me incomodava é o excesso de barulho interno, especialmente o provocado pelo escapamento. A Veraneio não prima pelo isolamento termo-acústico, na verdade, o isolamento se resume a uma manta de um material que parece uma fibra natural no painel corta-fogo.

No assoalho, por dentro das portas, no teto, por dentro do motor, zero isolamento, com isto a quantidade de calor e barulho que irradia para a cabine é grande e a falta das borrachas nas portas e e a necessidade de andar com os vidros sempre aberto ainda agrava a situação.

Já fora da Veraneio Azul, rumo a reciclagem

Escapamento ou flauta?

Eu cheguei a medir via aplicativo da Bosch um ruído interno na faixa dos -87dB, um valor muito alto, quase insuportável.

No entanto, a indecisão sobre o que farei com o motor, se vou turbinar, preparação aspirada, trocar o motor injetado pelo da Silverado ou mesmo aparecer de forma milagrosa um SB GM 350 por um preço pagável foi empurrando esta mudança cada vez mais para a frente. Tentei vedar os furos com veda-escape o que funcionava por um tempo.

 NOTA 1: Lembrando quando informo o número de peça (P/N) é o que consta no Catálogo Eletrônico de Peças (CEP Chev) dos Utilitário 64/84 (Que para a Veraneio vai até 89), na versão em PDF, de Dezembro de 2005. Lembrando que o catálogo tem alguns erros pontuais não me responsabilizo se não der certo.

NOTA 2: Todos os produtos foram comprados por mim, portanto NÃO É UM POST PATROCINADO.

Bom, como o incomodo do barulho é maior que o dispêndio de dinheiro resolvi comprar um kit de escapamento original no Mercado Livre, comprei na Scapja Escapamentos um kit anunciado como "Escapamento completo C20 Cab Dupla 6 cil 1981a1988".

Depois de diversas conversas com o vendedor explicando a minha necessidade e uma certa dificuldade de comunicação, apesar da descrição não ser a correta, resolvi arriscar e pegar este kit mesmo, com o estado do escapamento era muito ruim, resolvi tudo, começando nos prisioneiros do escapamento.

Foto do anúncio do kit

Sobre o kit e seus acessórios é de boa qualidade, os componentes são de marcas variadas, em aço carbono pintado resultando numa relação custo-benefício bom. As borrachas dos coxins são um pouco mais finas do que as que estavam instaladas no carro mas são bem resistentes. O tubo final, eu queria o que fosse virado para o lado por achar mais, diminuindo o risco de queimadura e refluxo de gases quando a tampa traseira estiver aberta, mas não achei.

Para diminuir a irradiação de calor na cabine resolvi enrolar o escapamento com fita térmica ou termotape ou manta térmica, comprei um rolo de 10 metros de 2 polegadas, de "titanium" na Silicamp anunciada como "Manta Térmica Termotape Titanium Escapamento 10 metros 4 zip". 

Como a Veraneio Azul é relativamente alta, é um serviço que dá para fazer em casa pois estes kits de escapamento não requerem soldagem. Uma ideia que tive e que foi abandonada era fazer um escapamento duplo no trecho final, fica para o próximo "Stage"...

Conferindo o escapamento, o tubo final é o velho.

Conferindo a posição do escapamento.

Antes de instalar, fiz o "enrolamento" do tubo com a termotape, fiz o enrolamento a seco mesmo, mas me acertei com as abraçadeiras zip portanto, para prender o final da fita usei uma abraçadeira comum de inox da minha caixa de reposições mesmo.

Enrolando o tubo primário.

Deveria ter usado uma camisa de manga para enrolar a fita mas não fiz, usei só uma luva de borracha, não causou coceira excessiva, bastou tomar banho depois e passar uma loção hidratante, o que cessou qualquer coceira.
 
 A instalação é simples, depois de retirado todo o sistema antigo, troquei os prisioneiros e coxins, começando pelo primário, depois o abafador e por um o tubo final, prendi parcialmente com os coxins e apertei as abraçadeira. por fim passei veda-escape da Orbi nas juntas, produto superior ao vendido nuns potes sem marca.
Tubo primário já enrolado.


 
Resultado: Ficou bom mas não perfeito:
 
1 - Noto um pequeno vazamento na junção do coletor de escape pois a rosca de um dos prisioneiros está ruim e não permite o aperto total da junta. Passei veda-escape mas continua vazando um pouco.
 
2 - Os tubos e o abafador poderiam encaixar de forma bem justa e os rasgos para aperto não são suficientes para permitir o aperto ideal de forma a vedar bem as juntas, requerendo uso de veda-escape além do ideal.

3 - O tamanho, apesar da descrição não ser correta, serviu perfeitamente.
 

sexta-feira, 16 de abril de 2021

Dicas / DIY - Gancho de cargas e régua de fechamento do banco.

Régua de fechamento do banco

Prezados

Como havia relatado no post DIY - Ganchos para carga, ao instalar os ganhos, dois deles ficaram sob o branco traseiro, que se mostram úteis somente quando amplio a capacidade do porta-malas. Assim, como antecipei, instalei dois ganchos adicionais junto ao banco traseiro.

Como os ganchos são instalados com rebites de rosca e resolvi colocar junto a régua de fechamento do espaço que fica entre o banco e assoalho do porta-malas (que não consta no CEP Chev que tenho acesso.), eu retirei a mesma e posteriormente reinstalei, após fazer dois furos nas pontas da parte fixa para instalação dos ganchos.

Quando comprei a Veraneio Azul a régua não estava instalada, na empolgação acabei colocando do jeito que veio, sem pintura, com restos de cola, e agora, continuou assim. Mais a frente, quando for fazer o emborrachamento do assoalho, próximo grande serviço previsto, eu pinto a peça.

Parafuso autobrocante 5 x 19mm

Usei parafusos autobrocantes de 5 x 19 mm, com arruela de borracha. A vantagem da arruela de borracha é que além de vedarem o furo, ajudam a manter o parafuso apertado. Como os furos já estavam prontos mas sujos, foi só apontar os parafusos na régua e parafusar. Foram usados 9 parafusos.

Régua de fechamento do banco

Instalando o rebite de rosca

Resultado final

quarta-feira, 14 de abril de 2021

Atualizando post - Rodas

Calota de luxo

Prezados

Atualizando alguns posts, começando pelo Dicas - Melhorando a aparência do carro - Parte I - Rodas: Após a discussão sobre as rodas utilizadas na Veraneio concluímos que:

a) Uso da calota do Opala na roda de pressão: É possível mas requer a ovalização da calota e/ou que    os ressaltos na roda sejam ampliados, o que pode levar ao desbalanceamento da roda. Na Veraneio Azul estou usando só para melhorar aparência dentro do porta-malas (Ok. Não lavei a calota... vou lavar).


Teste na roda do estepe da Veraneio Azul, a calota
encaixa mas não fica firme.
 

b) Roda para calotas de pressão x rodas para calotas de grampos / presilhas: A calota de luxo (foto da abertura) requer uso da roda para calotas de pressão. Já a calota normal há uma versão específica para cada roda.

Roda para calotas de grampo

Calota normal para roda de grampo / presilha

Roda para calota de pressão

Calota normal para roda de pressão

(Fotos das rodas do nosso colega Neri, que revende peças para C10 / Veraneio (67 - 99650-8914)

Pesquisando no Mercado Livre, descobri que há vendedores que oferecem somente os grampos para substituição / reposição, pode ser que seja possível adaptar na roda de pressão. Não testei, mas estou pensando dado que tenho um jogo de calotas originais GM de época (eram da minha primeira Veraneio) para roda de presilha.

Quem quiser fazer um rolo em três rodas de pressão em bom estado por três rodas de grampo tenho interesse também.




quarta-feira, 31 de março de 2021

Inventando - Emblema "4100" do Opala no para-lamas dianteiro

Prezados, 

Um dia estava na Autopeças onde compro alguns itens para a Veraneio Azul e vi a Caravan do dono estacionada, apesar de ter passado pela garagem da família uma lista infindável de Opalas e Caravans, somente um deles foi 6 cilindros, o último, um Diplomata 89 movido a álcool então nunca havia reparado no emblema da foto.

Quando fui comprar na Guedes e Miranda a lanterna de teto, impressões em Dicas - Peças compradas Dicas - Instalando o que foi comprado resolvi pedir também este emblema que é usado no para-lamas dianteiro do Opala / Caravan, próximo ao farol, o custo e qualidade são bem aceitáveis.

Como ele é para ser instalado com parafusos e eu não gosto de furar a carroceria de forma desnecessária e pode ser que não goste do resultado final, instalei como descrito nos outros posts com fita dupla face no lugar onde havia a pré-marcação para instalação do emblema "P" ou "1000" no para-lamas.

Para tanto foi necessário cortar os parafusos e encher a parte de trás do emblema com Durepoxi para criar uma superfície para adesão da fita dupla face.

Cortados os parafusos de fixação

 
Parte oca por trás do emblema
 
Emblema preenchido com Durepoxi
 
Aplicando a fita dupla face recortada com estilete
 
Marcação para instalação

Resultado final, gostei!


Comparando as fotos de abertura e do resultado final, eu decidir entre uma das opções:

1 - Trocar o emblema atualmente instalado pelo que tenho em que o fundo da parte central (10) está em melhor condições (fundo vermelho); ou

2 - Restaurar o emblema instalado, pintando de as partes com pintura desgastada ou ausente.

ainda vou decidir, mas é mais provável a segunda opção.

Embora não seja original, gostei bastante do resultado.

segunda-feira, 29 de março de 2021

DIY / Dicas - Posicionamento dos emblemas - Parte IV - Emblema da grade do radiador


Prezados

Inicialmente, este emblema não tem segredo pois sua posição, tanto na grade original como na reprodução é bem definida, exatamente no centro.

NOTA 1: Lembrando quando informo o número de peça (P/N) é o que consta no     Catálogo Eletrônico de Peças (CEP Chev) dos Utilitário 64/84 (Que para a Veraneio vai até 89), na versão em PDF, de Dezembro de 2005. Lembrando que o catálogo tem alguns erros pontuais não me responsabilizo se não der certo.

NOTA 2: Todos os produtos foram comprados por mim, portanto NÃO É UM POST PATROCINADO.

Resolvida a questão da posição, vamos ao que fiz pois quando substitui a grade frontal da Veraneio Azul por uma original recuperada, o resultado final não me agradou totalmente pois o emblema da grade do radiador (P/N 94601133, aplicável entre 1976 a 89) estava bastante desgastado.

O preço das peças originais da Veraneio está crescendo de forma exponencial, pouco antes de comprar a Veraneio Azul em 2015 este emblema original era encontrado por 30 a 40 reais, hoje (Março/2021) por raras vezes são encontrados por menos de 150 reais.

Pensei em mandar reproduzir em adesivo recortado ou repintar o emblema original. A hipótese do adesivo recortado havia a possibilidade de que não consegui-se alinhar as três camadas (preto, prata e azul), sem contar que poderia ficar frágil e custar tão caro quanto o emblema original. Repintar demandaria alguma habilidade que não tenho.

Por fim, achei uma reprodução aceitável em adesivo, no Mercado Livre a uma fração do original. O único senão deste adesivo é que ele poderia ser 2 mm mais alto para ficar perfeito. O adesivo foi comprado na RibParts em outubro de 2019.

Como é só um adesivo, precisaria de uma base para ele ou colar sobre o emblema original. Optei por fazer uma nova base com uma pedaço de chapa zincada, reproduzindo as dimensões do emblema original (7 x 18,2 cm) e nela colei o adesivo.

Para fixar na grade eu usei fita dupla face externa, sem grandes complicações.

Fazendo a base em chapa de zinco

Ferramentas necessárias, álcool para limpeza, estilete e espátula

Aplicando a dupla face na grade

Adesivo aplicado na base

O emblema original, feito em chapa de alumínio, foi guardado.

 

Procedimento:.

1 - Após marcar a chapa, cortei um pedaço retangular em chapa zincada com 7 x 18,2 cm usando tesoura de chapa.

2 - Limpei a chapa com álcool com cuidado pois qualquer sujeira vai aparecer sob o adesivo.

3 - Fixei o adesivo na chapa zincada.

4 - Limpei o lugar de fixação do emblema na grade com álcool para tirar a sujeira, gordura, cera e etc.

5 - Apliquei a fita dupla face diretamente na grade.

6 - Fixei o emblema na grade.

Resultado: Ótimo.

Material:

    Pedaço de chapa zincada de 7 x 18,2 cm

    Adesivo "Emblema da grade do radiador"

     Fita dupla-face externa

 Ferramentas:

Régua ou trena ou metro

    Esquadro

    Tesoura de chapa (para cortar a chapa de zincada)

    Tesoura ou estilete (para cortar a fita dupla face)

Nível de dificuldade: baixo

Tempo necessário: no máximo uma hora com tudo a mão.

sábado, 27 de março de 2021

Dica / DIY - Forrando o cinzeiro e o porta-luvas com tapete

Forrado para não fazer barulho


Prezados

Uma dica, em especial para os não fumantes.

Como o cinzeiro da Veraneio Azul é grande e não fumo, eu uso este excelente espaço para guardar pequenos objetos quando dirijo, como cartões de acesso, moedas, canetas, chaveiro, até mesmo o celular. Só no plástico duro vira uma orquestra, assim, para evitar barulhos eu resolvi forrar o cinzeiro com tapete.

Como usei tapete resinado, não precisou nem colar.


 Já o porta-luvas o processo não foi tão simples, pois o papelão estava rasgado em alguns lugares e o tapete não ficaria no lugar se não colasse. Assim, eu reforcei o porta-luvas pelo lado externo com papelão comum e por dentro colei o tapete. Para ambos utilizei cola branca, passada com pincel e mantida no lugar prensada com pedaços de madeira e grampos.

Neste caso o processo demanda mais tempo pois deve ser feito em cinco etapas (base, fundo, parte superior e laterais, devendo cada parte ficar prensada por 12 horas para a cola secar. 

Numa etapa futura, quando for instalar um rádio mais moderno com controle remoto na Veraneio Azul, eu vou refazer o porta-luvas em compensado ou MDF, forrado em carpete e aproveitando ganho um pouquinho de espaço, já que o porta-luvas da Veraneio é pequeno. Outra modificação possível e fazer uma mini-geladeira desviando ar do futuro ar condicionado, mas ainda é só ideia.


Outra modificação que fiz foi incluir a iluminação por fita de LED, ligada em paralelo com a iluminação do quadro de instrumentos, sem interruptor próprio.